quando tudo isso acabar

Série de desenhos, técnica mista sobre papel Canson 300 g, tamanhos A5 e A5+, 2020.

“Quando tudo isso acabar” foi uma das frases mais escritas e faladas durante os tempos de isolamento social. Pessoas fazendo planos, esperando por um futuro incerto, difícil de se imaginar, mas que ainda guardavam consigo um resto de esperança, para além da melancolia e da angústia. Esta série de desenhos e pinturas – correspondente ao meu período de quarentena –,  foi construída dia a dia, como um diário. As imagens apresentam reflexões sobre arte, política e história, tratam do modo como nossos corpos têm ocupado os espaços públicos e privados, criando novas coreografias e cartografias; como a arquitetura se reinventa; e, ainda, como notícias nos atravessam para produzir novas possibilidades de contagem do tempo, das pessoas e da vida.

*todos os desenhos foram realizados entre março e novembro de 2020, nos primeiros 9 meses de quarentena devido à pandemia.