autoajuda

Vídeo, 45”, 2021
 

“AUTOAJUDA” foi criado a partir dos termos utilizados em livros de autoajuda e sites de coaching, termos que foram virados do avesso com o intuito de problematizar essa metodologia de desenvolvimento para vida pessoal e profissional, tão em voga atualmente. Fabio Morais, ao analisar a obra “SE VENDE”, de Carmela Gross, propõe uma reflexão sobre a partícula “se”, onde diz que “o que mais chama a atenção é que, ao colocar o pronome ‘se’ antes do verbo, este parece se tornar reflexivo e ter no “se” um sujeito, denotando assim certa afirmação moral: alguém que ‘se’ vende”. Em “AUTOAJUDA” trato dessas possibilidades de leitura, tanto de uma voz interior dissidente que diz: se perca, se traia, se perturbe etc., quanto com uma voz imperativa externa e anônima que ordena: se perca, se traia, se perturbe etc.